O que é agricultura de precisão?

A agricultura de precisão é um sistema de manejo que utiliza equipamentos e tecnologias para avaliar e acompanhar de forma precisa as condições das lavouras.

Ele considera que cada pedaço da terra possui solo, clima, relevo e plantas diferentes.

Com esses dados, contribui para aproveitar da melhor forma cada área de plantio.

Também conhecida pela sigla AP, tem por objetivo alcançar um gerenciamento mais detalhado do sistema de produção agrícola, envolvendo todos os seus processos, não apenas a aplicação de insumos ou a realização de mapeamentos.

A agricultura de precisão utiliza a tecnologia para minimizar os impactos e os desperdícios da atividade agrícola e maximizar os ganhos, não apenas financeiros, mas também ambientais.

Isso porque ela auxilia os produtores, provendo dados e estatísticas que ajudam a estabelecer as condições ideais para o cultivo de cada espécie.

Por exemplo, a partir de seus esforços, é proposta a dosagem ideal dos insumos agrícolas para cada uma delas, de acordo com suas especificidades.

Ou seja, representa uma forma de gerir a área produtiva metro a metro, levando em conta que cada pedaço possui características e propriedades únicas.

A partir daí, a agricultura de precisão permite a aplicação dos insumos no local correto, no momento adequado e nas quantidades necessárias para cada uma delas.

Qual a base da agricultura de precisão?
Para que a agricultura de precisão promova eficiência operacional e consiga trazer uma maior produtividade e lucratividade para o produtor, é essencial analisar a variabilidade das áreas.

São esses dados que irão possibilitar a criação dos mapas de produtividade – a base do sistema.

Sem isso, pouco adianta investir em tecnologias e equipamentos de última geração.

Como vimos antes, a AP utiliza de dados e informações da área produtiva, mas, para isso, é importante que o agricultor conheça a sua área de plantio.

É exatamente o que esses mapas trazem.

Eles são uma representação gráfica das áreas de cultivo, trazendo as informações sobre a produtividade de cada uma delas.

Nos mapas, estão as análises dos tipos de solo, atributos químicos, vegetação e histórico de uso.

São esses dados que permitem utilizar cada área de acordo com suas potencialidades e necessidades.

©2020 por DRONE DURAN

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now